Confira os principais tipos de opções do mercado financeiro!

3 minutos para ler

Quando uma pessoa começa a investir em renda variável, ela se depara com os tipos de opções de um ativo. Assim, perceberá que existe o direito de compra e de venda de uma ação para uma data futura.

Contudo, para usufruir desse benefício, ela terá de pagar um valor determinado, que é chamado de prêmio, destinado a quem deseja vender quando a operação estiver aberta. Neste conteúdo, vamos conhecer mais detalhadamente essas opções. Boa leitura!

Saiba por que é importante conhecer os principais tipos de opções

Antes de iniciar as suas operações nesse mercado de ações, é importante entender os principais tipos de opções para que você consiga proteger os seus ativos. Logo, aprenda que as opções são contratos em que se negocia o direito de comprar ou vender em determinado período e com preço fixado.

Assim, é possível transferir os riscos de variações a terceiros por um valor estipulado, que é chamado de prêmio, como dito. Inclusive, esse é negociado primeiramente, porque garante o direito de compra ou venda da opção em questão. Elas são muito utilizadas pelos investidores para assegurar possíveis perdas na Bolsa de Valores.

Aliás, há duas modalidades de compra e venda de opções: as americanas e as europeias. Na primeira, o direito de ambas pode ser desfrutado em qualquer momento até a data do vencimento do contrato. Na segunda, ele só pode ser exercido no prazo combinado, que é o limite da opção.

Veja quais são os principais tipos existentes

Entre os tipos de opções que há no mercado financeiro, existem dois que são os principais: as opções de compra e as de venda.

Opções de compra

Essas permitem ao investidor o direito de comprar no futuro uma ação por um preço já definido. Elas também são conhecidas como call options. Assim, nesse contrato, o titular é quem comprou a opção e terá o direito de adquiri-la por um valor fixado em data marcada.

E o lançador, quem vendeu o ativo, é obrigado a comercializá-lo pelo que foi negociado. Entretanto, se o direito não for exercido até o prazo, expirará e não terá mais valor. Uma observação interessante é que a opção de compra traz maior liquidez do que a de venda.

Opções de venda

O mesmo acontece com as opções de venda, chamadas de put options, em que o investidor vende uma ação com valor e prazo definidos em contrato, independentemente das flutuações da Bolsa de Valores. Desse modo, quem compra pode vender pelo preço fixado e quem vende é obrigado a comprar nas mesmas condições, mesmo estando com o preço abaixo do que foi negociado.

Assim, a carteira de investimentos fica protegida e quem aplica não tem prejuízos com a desvalorização dos ativos.

Por conseguinte, o investidor que adquiriu a opção de venda tem o direito de revender pagando somente o prêmio ao lançador. Esse receberá o valor com a obrigação de comprar a ação, conforme acordado, depois de ser comunicado que a sua posição foi cumprida pelo titular.

Agora que você conheceu os tipos de opções que são operadas na Bolsa de Valores, sugerimos que faça o curso do Leo Dutra para aprender tudo que precisa sobre os investimentos nesse mercado.

Ficou interessado? Entre em contato com a nossa empresa que daremos todas as orientações necessárias.

Posts relacionados

Deixe um comentário