o que é marcação a mercado o que é marcação a mercado

O que é marcação a mercado? Confira as principais vantagens para o investidor

6 minutos para ler

Você sabe o que é a marcação a mercado? Quem inicia no universo dos investimentos fica perdido com tantos conceitos que existem nesse segmento. Esse, portanto, é mais um deles que você precisa conhecer, especialmente se deseja aplicar o seu dinheiro em fundos de investimentos.

Como existem poucos assuntos sobre o tema na internet, resolvemos preparar um conteúdo completo para abordar esse conceito. Então, confira este artigo e saiba tudo sobre a marcação a mercado. Acompanhe!

O que é a marcação a mercado e quais seus objetivos?

A marcação a mercado (MaM) é uma troca diária dos preços que ocorre em ativos presentes na carteira. Trata-se de um conceito matemático que tem por objetivo alterar o preço de um investimento de renda fixa ou uma cota no fundo de investimentos.

Esse procedimento é feito diariamente e é de responsabilidade do administrador, porém, usualmente é feito pelo gestor. A marcação a mercado tem como base a oscilação de oferta e demanda dos ativos, assim como o seu comportamento nos mercados primários e secundários. Resumidamente, a MaM diz quanto um determinado ativo valeria se fosse comprado ou vendido naquele momento.

Sendo assim, o investidor que tem uma carteira com prazo determinado e que tem por objetivo cumprir esse prazo, essas alterações não têm muita importância. Afinal, a rentabilidade firmada no dia da contratação é o que valerá para o investidor.

Nesse sentido, a marcação a mercado faria sentido apenas se o investidor desejar vender determinado ativo antecipadamente, ou, até mesmo, comprar novas cotas. Por isso, é importante entender de forma clara esse conceito, evitando tomar decisões que podem impactar negativamente determinadas aplicações.

Como a marcação a mercado funciona?

Entendido o conceito e seus objetivos, mostraremos como a marcação a mercado funciona dentro do universo dos investimentos. A MaM é uma maneira de amparar as negociações que foram feitas no presente, confrontando com a desvalorização ou valorização do ativo. Assim, é apresentada a performance daquele ativo e pesado o interesse de compra e venda dos mercados.

Dessa forma, ela também iguala os valores para os investidores que têm por objetivo obter liquidez antecipada, o que ajusta a rentabilidade conforme o valor de momento do ativo no dia de sua liquidação.

Analisando os fundos de investimentos, a MaM serve para evitar que os montantes que os investidores têm aplicados sejam transferidos entre cotistas. Dessa forma, o conceito certifica de que o preço de cada cota seja o mesmo para todos. Isso proporciona mais transparência com relação à atuação do fundo.

Quais são os pontos positivos e negativos da MaM?

Em termos de vantagens e desvantagens nós temos alguns pontos a serem destacados. Para tanto, separamos esses elementos em dois tópicos distintos. Acompanhe!

Vantagens

A marcação a mercado oferece muita transparência entre os investidores. Afinal, ela demonstra o valor correto de uma carteira de investimentos. A MaM é usada como fator de padronização para que os papéis das empresas sejam atualizados desde o ano de 2002.

Dessa maneira, isso equilibra consideravelmente a lucratividade entre os cotistas, o que garante toda a transparência e confiabilidade ao mercado, sendo essa uma das principais vantagens desse conceito.

Além disso, a marcação de mercado evita a transferência de riquezas entre cotistas de um fundo. Ela também impede a distorção do valor de mercado dos títulos, tendo em vista que leva em conta a taxa de juros. Assim, a carteira não fica com o valor defasado, tendo em vista que o seu preço é atualizado de acordo com o valor real para cada dia.

Desvantagens

Como no mercado financeiro nem tudo são flores, também existem algumas desvantagens quanto a aplicação do conceito de marcação a mercado. Porém, não existem tantos pontos para mencionar. Entretanto, ela funciona somente se o mercado tiver certo grau de eficiência.

Outro ponto negativo que poderíamos destacar é no caso das oscilações negativas. Assim, o investidor pode se assustar, tendo em vista que ele pode perceber a redução do dinheiro em sua carteira.

Por esse motivo, é muito importante compreender o conceito básico da marcação a mercado, bem como as formas que ela influencia no mercado. Isso é essencial para decifrar essas atividades que ocorrem em sua conta.

Quais são os fatores que influenciam na marcação a mercado?

Entendidas as principais vantagens e desvantagens da marcação a mercado, é importante que você entenda o que, de fato, interfere nesse conceito e movimenta os preços. Esse tema é o que discorreremos neste tópico.

Inicialmente, é importante ter em mente que a base de cálculo da rentabilidade depende do tipo de investimento. Como exemplo, citamos os títulos de Renda Fixa em que a marcação a mercado pode ser de acordo com a variação da taxa de referência com relação à rentabilidade.

Ela também pode acompanhar a Selic ou CDI, no caso de títulos com rentabilidade pós-fixada. No caso dos títulos prefixados, ou aqueles que são ligados à inflação — tais como o Tesouro IPCA — a MaM pode fazer com que a taxa varie o valor de acordo com suas expectativas do mercado durante todo o período.

Assim, se o mercado espera um aumento, a rentabilidade final do título pode fazer o seu valor subir, o que gera uma queda no valor de momento, por exemplo.

Por que os preços variam na marcação a mercado?

Uma dúvida que pode ficar no ar é a seguinte: afinal, por que os preços variam tanto na marcação a mercado? Para entender isso, é importante ter em mente que a variação acontece diariamente. Muitos investidores negociam títulos diversos, sejam eles privados ou públicos. Isso acontece tanto no mercado primário quanto no secundário, e o investidor precisa ficar atento a essas movimentações.

Nesse sentido, as expectativas de mercado, analisando fatores externos, também geram especulação em relação à alta ou queda de juros, o que altera o rumo da economia, bem como os valores dos próprios títulos.

Por fim, agora que você entendeu o que é marcação a mercado e seus principais pontos, ficou mais fácil determinar como esse conceito pode interferir nos seus investimentos. Assim, é possível utilizar esse elemento de forma positiva para entender as nuances do mercado que existem em sua carteira.

Gostou deste artigo? Então, compartilhe nas redes sociais para que mais pessoas conheçam mais sobre esse conceito.

Posts relacionados

Deixe um comentário