Entenda quais são as características do investidor agressivo

4 minutos para ler

Você é um investidor agressivo, moderado ou arrojado? Em algum momento você já deve ter ouvido essa pergunta e escutado falar sobre esses perfis, que categorizam as pessoas de acordo com o seu modo de aplicar financeiramente.

Pois saiba que essa classificação é fundamental para definir objetivos e estabelecer as melhores estratégias de acordo com as suas expectativas. Além disso, conhecer o próprio perfil é uma maneira de evitar possíveis descontentamentos com investimentos escolhidos, já que isso ajuda a encontrar os produtos mais adequados para os seus aportes.

Dentre os perfis mencionados, o agressivo é aquele que soa como alguém que “não tem medo de perder dinheiro”. Mas será que é isso mesmo? Vamos entender melhor neste artigo!

Características do investidor agressivo

Podemos resumir a figura do investidor agressivo como aquele que é capaz de assumir riscos visando, obviamente, maiores ganhos em investimentos de longo prazo. Afinal de contas, é preciso se arriscar mais no mercado para obter retornos mais vantajosos do que aqueles obtidos em aplicações mais conservadoras.

Por isso, é natural que a sua carteira tenha um foco maior em renda variável que, diferentemente da renda fixa, tem seus rendimentos menos assegurados. No entanto, tudo é uma questão de tática e existem maneiras de diminuir possíveis perdas.

Assim percebemos que essa classe de investidor não age de forma mal planejada. Bem longe disso, é alguém que estuda e é bastante crítico nas aplicações que realiza, buscando aquelas que melhor atendem aos seus projetos.

Como investe o seu tempo estudando, o agressivo tende a ter um conhecimento mais sólido do mercado financeiro, entende o que é volatilidade e tem um bom convívio com as oscilações, pois tem o entendimento de que isso é algo comum no mercado financeiro.

Dessa forma, esse é o perfil que tem maior dedicação, visando, é claro, retornos mais expressivos no longo prazo. Obviamente, não é o tipo de pessoa perde facilmente as esperanças em uma queda.

Investimentos mais indicados para esse perfil

Agora é momento de saber quais são investimentos mais convenientes para o agressivo. Como foi dito anteriormente, a tendência é que essa classe se fixe na renda variável.

No entanto, isso não significa que não possa ter investimentos de renda fixa. Afinal, isso é algo que depende da estratégia adotada, refletindo a diversificação da carteira.

Vejamos, portanto, quais são os alvos preferenciais dos investidores agressivos!

Ações

As ações estão entre os objetos de aplicações mais conhecidos em renda variável. Por esse instrumento, o investidor se torna sócio de uma companhia.

Nesse sentido, o investimento é realizado no desenvolvimento da empresa, com o propósito de obtenção de lucro no futuro. Assim, a aposta é feita tanto no aumento do valor de mercado da companhia como nos resultados da sua expansão.

Fundos imobiliários

Comercializadas de forma semelhante às ações, cotas de FIIs têm baixa liquidez e o retorno é proporcionado tanto pela divisão de lucros quanto pela valorização no mercado. Além disso, existe a garantia legal de distribuição periódica dos rendimentos, embora os ganhos não sejam assegurados ao longo do tempo.

Mercado futuro

No mercado futuro são negociadas a compra e venda de ativos, em que as partes envolvidas acertam valor do contrato a ser exercido na data de vencimento, independentemente da sua valorização ou desvalorização.

Mercado de opções

As opções compõem várias estratégias para evitar os efeitos negativos das oscilações e estão presentes em operações estruturadas, como as travas de alta e de baixa. Nelas são negociados os direitos de compra e venda em certo período por um preço fixo, também chamado de strike.

Por fim, é preciso saber que o simples fato de ser um investidor agressivo não vai definir quais são os melhores investimentos. São os objetivos e metas traçados de acordo com o perfil que apontarão para os mais acertados, além de persistência e estudo do mercado para obter resultados mais positivos.

Que tal agora saber mais sobre volatilidade? Venha entender melhor sobre o tema neste artigo. Até mais!

Posts relacionados

Deixe um comentário