fundos esg fundos esg

Fundos ESG: tire suas principais dúvidas sobre o investimento

6 minutos para ler

Atualmente,grandes investidores e até mesmo os pequenos estão procurando fazer negócios com empresas mais sustentáveis no mercado. Afinal, o mundo caminha para um lado em que existe mais preocupação com questões sociais e ambientais. É nesse cenário que surgem os fundos ESG.

O desenvolvimento sustentável não é um assunto novo. Entretanto, essas questões vêm ganhando cada vez mais espaço no mercado e o setor de investimentos financeiros não poderia ficar de fora.

Este artigo servirá como um mini guia, para que você possa entender todos os detalhes mais importantes dos fundos ESG e o seu funcionamento. Acompanhe!

O que são os fundos ESG?

Inicialmente, é importante saber o que é ESG. Basicamente, é uma sigla utilizada para designar o termo Environment, Social and Governance que, traduzindo para o nosso idioma, seria: meio ambiente, social e governança. O conceito tem por objetivo determinar critérios para que empresas possam ser enquadradas na sigla.

Nesse caso, essas organizações precisam ter um compromisso com as práticas adequadas ao conceito de bem-estar social e sustentabilidade. Assim, um fundo ESG é aquele em que a maior parte do patrimônio é dedicada a aplicação nessas empresas.

Osfundos de investimento são formados por pessoas físicas ou jurídicas que se reúnem em torno de um patrimônio para investir todo esse capital em ativos específicos. Cada participante tem um percentual no patrimônio do fundo que é administrado por um gestor profissional — responsável por fazer as aplicações.

Em relação aos fundos ESG, portanto, o gestor analisa se a empresa selecionada corresponde às exigências desse segmento, antes de inserir o ativo nacarteira de investimentos do fundo.

Quais fatores são considerados para criação de um fundo ESG?

Para que um fundo possa ser considerado ESG, é necessário observar alguns fatores básicos sem os quais ele não poderia ser definido como tal. Em outras palavras, é essencial que as empresas reúnam 3 características para fazer parte do fundo ESG. Veja quais são!

Ambiental

O critério ambiental tem relação com a sustentabilidade da empresa e sua responsabilidade perante o meio ambiente. As questões analisadas são:

  • método de exploração de matérias prima;
  • emissão de carbono e outras substâncias tóxicas;
  • aplicação de política de proteção ambiental;
  • política de eliminação de efluentes;
  • utilização de energia renovável;
  • formas de utilização e aproveitamento da água, entre outros. 

Social

O critério de número 2 tem relação com a responsabilidade social. Assim, entre outros aspectos são avaliados:

  • a adoção de medidas para segurança do trabalho;
  • diversidade no quadro de trabalhadores;
  • remuneração adequada;
  • entrega de produtos de qualidade;
  • ambiente corporativo saudável;
  • iniciativas sociais etc.

Governança

Além disso, temos a Governança, que pressupõem a forma como um negócio é administrado, o que tem impactos direto na sua estabilidade e solidez. As questões que são verificadas têm relação com:

  • realização de auditorias;
  • grau de risco do negócio;
  • composição do conselho administrativo;
  • transparência nas informações;
  • qualidade da gestão etc.

Rentabilidade

Por fim, apesar de os fundos ESG terem o foco na sustentabilidade, governança e meio ambiente, esses não devem ser os únicos fatores a serem avaliados. Para compor o fundo, a empresa também precisa ser rentável para oinvestidor. Afinal, o objetivo desse investimento é gerar rentabilidade.

Assim, para compor a carteira de investimentos do fundo ESG, a empresa precisa ser rentável e obedecer a todos os outros critérios convencionais de análise financeira e fundamentalista de uma empresa que se pretende investir.

Quais são as vantagens dos fundos ESG?

Os fundos ESG proporcionam vantagens que superam significativamente o campo da rentabilidade de umativo financeiro. Ele fortalece a tendência de as empresas buscarem adequação quanto às demandas do mundo atual. Ou seja, é uma iniciativa que promove a conscientização das empresas quanto aos impactos que elas causam no meio ambiente.

Como você já sabe, esse é um tema que vem ganhando holofotes na mídia e em redes sociais, e o motivo para que isso aconteça passa longe de eventuais modismos ou ondas passageiras. A preocupação com a sustentabilidade é real e precisa ser constante.

Assim, chegará um tempo em que todas as empresas deverão se adequar aos conceitos ESG para se manterem no mercado. De fato, atualmente ainda não existe um número expressivo de empresas que, efetivamente, adotam esses conceitos. Entretanto, as que já estão inseridas nesse universo serão as desbravadoras desse oceano azul de oportunidades.

Quando os conceitos passarem a ser exigências, as empresas se destacarão por já adotarem as medidas e terão mais tranquilidade para cuidar de questões administrativas e financeiras, enquanto outras que não se preocuparam com o conceito, precisarão se adequar. Consequentemente, elas tendem a ser mais eficientes e lucrativas no futuro.

Logo, adquirir cotas em fundos de investimento que aplicam em empresas ESG pode ser algo bastante lucrativo para um futuro não muito distante.

Como investir em fundos ESG?

Investir em fundos ESG é muito fácil. O grande desafio, no entanto, é encontrar esses ativos dentro de algumas corretoras. Nem todas as instituições dispõem desse tipo de fundo e, portanto, você precisará “garimpar” para encontrar esses investimentos.

Contudo, assim que descobrir uma corretora que dispõe dessa modalidade de aplicação, o processo passa a ser simples. Basta enviar dinheiro para a instituição e fazer a aquisição das cotas do fundo. Também é preciso avaliar as políticas de aporte, já que existem fundos que exigem valores mínimos.

Feito isso, basta acompanhar a evolução dos investimentos feitos pelo gestor e analisar cuidadosamente os relatórios fornecidos, para verificar se as empresas que foram adquiridas, realmente, adotam o conceito ESG e, obviamente, se estão gerando lucros para os investidores. Afinal, o seu objetivo com essa aplicação deve ser a obtenção de resultados para a suacarteira de investimentos.

Por fim, podemos concluir que os fundos ESG chegaram para impactar de forma significativa no mercado. Como os assuntos relacionados à sustentabilidade estão em alta no momento, é possível que esses ativos adquirem grande expressão no mercado de investimentos nacional e mundial. Portanto, vale a pena ficar de olho neles.

Gostou deste artigo? Quer continuar aprendendo sobre o universo dos investimentos? Então, confira o post que preparamos sobre ostipos de opções que você pode investir.

Posts relacionados

Deixe um comentário