Como operar na Bolsa de Valores e evitar os erros mais comuns?

6 minutos para ler

Saber como operar na Bolsa de Valores é o desejo de muitos. Nos últimos anos, testemunhamos um crescimento exponencial de investidores pessoas físicas entrando para esse universo e, infelizmente, a grande maioria cometendo sempre os mesmos erros.

Apesar de existir muita informação sobre o assunto, a maioria desses investidores iniciantes vai para o mercado com promessas de ganhos rápidos e esquecem que é necessário um período de estudo e de acompanhamento profissional para ter sucesso na Bolsa de Valores.

Neste artigo, mostraremos esses principais erros que as pessoas cometem no mercado financeiro e como evitá-los. Continue a leitura!

Como operar na Bolsa de Valores?

Inicialmente, é importante que você saiba quais são as formas de operar na Bolsa de Valores. A mais comum é aquela em que uma pessoa monta uma posição, ou seja, compra um ativo aguardando a sua valorização, esperando lucrar com esse processo ou receber dividendos no caso de ações ou de alguns fundos de investimento.

Apesar de essa ser a forma mais utilizada por pessoas físicas, ela é um pouco limitada, pois fica presa à possibilidade de valorização. Também há a alternativa de operar vendido contando com a desvalorização do mercado. Além disso, também existe a figura do Day Trader, um profissional que faz entradas e saídas muito rápidas, sempre dentro de um mesmo dia. Essas operações têm risco elevado, entretanto, o potencial de alavancagem e o lucro são consideravelmente altos na mesma proporção.

Também existe a modalidade de operação do Swing Trade. Nesse caso, o profissional arrasta as suas operações para mais de um dia, podendo durar, inclusive, algumas semanas.

Quais são os erros cometidos na Bolsa de Valores?

Agora que você já entendeu como operar na Bolsa de Valores com as modalidades mais comuns, mostraremos os erros que a maioria dos investidores cometem quando descobrem esse mercado. Continue lendo!

Acreditar que rentabilidade passada é sinônimo de ganhos futuros

Um dos erros mais comuns que existem no mercado financeiro é acreditar que eventuais ganhos que ocorreram no passado, geralmente, com outros investidores, podem se repetir no futuro. Obviamente, existem movimentos que são parecidos com outros que já aconteceram em algum lugar do passado. Entretanto, os fundamentos que levaram a esse novo acontecimento sempre são totalmente diferentes.

Acreditar que determinado indicador, notícia ou acontecimento gerará um mesmo impacto no mercado é um erro que você jamais deve cometer. Independentemente do quanto a situação seja parecida com outra, sempre analise os fundamentos do mercado atual para não ser pego de surpresa.

Negligenciar a diversificação de carteira

O ditado “nunca coloque todos os ovos em uma única cesta” parece que foi criado para o mercado financeiro. Isso porque quem não diversifica os seus investimentos corre um seríssimo risco de testemunhar a redução do seu capital em um curto espaço de tempo.

Ter vários ativos na sua carteira protege o seu patrimônio, uma vez que eventuais quedas em ativos específicos podem ser suprimidas pela rentabilidade que foi obtida em outro, fracionando os seus riscos. Além disso, você pode experimentar rentabilidades diferentes em sua carteira, inserindo ativos de rendas fixa e variável.

Esquecer-se das taxas e dos custos das operações

Um dos detalhes esquecidos pela maioria das pessoas que pretendem operar na Bolsa de Valores está relacionado às taxas e aos custos das operações. Dependendo da lucratividade de uma operação, elas podem consumir totalmente toda a sua rentabilidade.

Isso é muito comum de acontecer com traders que executam operações muito curtas com um grande número de contratos. Existem pessoas que fazem trades para alcançar 1 ponto ou até 0,5. Assim, como o lucro da operação é pequeno, as taxas acabam consumindo totalmente os seus ganhos.

Além disso, é fundamental se lembrar do Imposto de Renda. Esse tributo não é demonstrado ao investidor na hora em que ele visualiza o relatório em sua plataforma de investimentos, portanto, ele deve ficar atento a essa cobrança para não ser surpreendido no final do mês quando chegarem as suas notas de corretagem.

Utilizar várias estratégias sem definir uma específica

Outro erro muito comum entre os iniciantes é trocar de estratégia com frequência. Em um dia, eles acreditam que a análise gráfica é a mais interessante, em outro, desistem dessa técnica e começam a estudar a leitura de fluxo (Tape Reading).

Não definir e focar uma estratégia pode ser trágico para um investidor. Portanto, escolha uma e se desenvolva nela. Caso, em algum momento da sua vida, você perceba que existe outra mais interessante, comece a estudá-la, mas sempre mantenha o foco no que, efetivamente, dá resultados para você.

Seguir diversas opiniões diferentes

Por fim, muitos investidores também cometem o erro de ouvir dezenas de opiniões diferentes sobre estratégias, mas, principalmente, sobre ativos. Seja surdo e mudo frente a essas pessoas e sempre tome as suas decisões com base em seus estudos.

Se o mercado de opções parece atrativo, invista nele, independentemente de você ter visto um “guru” ou amigo investidor que disse que boas mesmo são as ações ou o que o ideal é o mercado futuro. Enfim, tome cuidado para não dar ouvidos a todos e escolha bem quem serão os seus mentores.

Como evitar esses erros?

Por fim, você deve adotar algumas medidas para evitar esses tipos de erro. Primeiro, é fundamental contar com um profissional do mercado financeiro para orientá-lo sobre as melhores entradas e estratégias de investimento e de diversificação.

Além disso, não há como se desenvolver no mercado financeiro sem estudar. O aprendizado constante é uma obrigação para o investidor. Mesmo os mais experientes ainda dedicam horas do seu dia treinando estratégias e descobrindo novos modelos operacionais.

Portanto, sempre separe um tempo para estudar sobre o mercado financeiro e a sua estratégia de operações. Acompanhe perfis de profissionais que atuam no mesmo segmento que o escolhido por você e que operam de forma semelhante ou de modo que o agrade.

Podemos concluir que saber como operar na Bolsa de Valores pode parecer uma tarefa complexa no início, entretanto, se você contar com profissionais qualificados e certificados para atuarem no mercado, como o Leonardo Dutra, certamente, evitará esses e outros erros que também podem ser cometidos ao longo da sua jornada.

Se você quiser saber mais sobre esse assunto, entre em contato conosco que explicaremos melhor como esse acompanhamento funciona. 

Posts relacionados

Deixe um comentário